Hester Bennington, vocalista do Linkin Park, cometeu suicídio, segundo polícia

Músico se enforcou na casa em que morava, nos Estados Unidos

Foto/ Divulgação


O vocalista do Linkin Park, Chester Bennington, se matou, segundo o site TMZ. Segundo fontes da polícia, o cantor se enforcou em sua casa, nos Estados Unidos, e foi encontrado nesta quinta-feira (20) às 9 horas, em horário local.

O músico lutava com o vício em álcool e drogas. Ele já tinha dito anteriormente que pensava em suicídio, e que foi molestado por outro homem quando ainda era criança.

Chester era amigo próximo de Chris Cornell, vocalista do Audioslave e Soundgarden, que também se matou em maio deste ano. Hoje era o aniversário de 53 anos de Cornell.

Chester tinha 41 anos e era pai de seis filhos.

O Linkin Park, ainda em atividade, é uma das bandas de maior sucesso do início dos anos 2000. Misturando gêneros como metal e rap, o grupo se tornou rapidamente um dos maiores expoentes do chamado nu metal.

O primeiro álbum do Linkin Park, Hybrid Theory, saiu no ano 2000, e se transformou num grande êxito comercial. No total, atingiu cerca de 24 milhões de cópias vendidas no mundo. O trabalho mais recente da banda é o disco One More Light, que saiu em maio de 2017. O grupo tinha uma legião de fãs no Brasil e se apresentou no país algumas vezes. A última foi neste ano, em maio, no Maximus Festival.

Além do Linkin Park, Chester também foi integrante do Stone Temple Pilots, uma das bandas mais conhecidas do grunge. Ele substituiu o vocalista Scott Weiland, morto em 2015. Com o STP, Bennington lançou o EP High Rise, em 2013.

Fonte: R7
Tecnologia do Blogger.